sexta-feira, 27 de abril de 2012

O que é a felicidade?



Existe um final feliz?
No universo encantado das fábulas e contos, a historia finaliza-se com a ilusória frase: “ E eles foram felizes para sempre...” mas esse “para sempre”, como diz na frase da música da cantora Cássia Eller, sempre acaba.
Mas o que é realmente a felicidade? É a ilusão de um sentir, efeito de diversas causas de ordem química, hormonal e emocional? Qual o caminho para encontrar a felicidade? O direcionamento mais tangível aos olhos é proposta do capitalismo, TER, sempre TER, a posse do dinheiro que promove status social tornou-se talvez o primeiro caminho mais buscado pela crença da auto realização.
Mas e quando o dinheiro não é mais necessidade? Em diversos exemplos de insatisfação, tristeza seguida de depressão, até em muitos casos o suicídio, a vida nos cobra um olhar para um paradoxo que constrói diversos questionamentos, porém o mais forte é... O que é a felicidade? A insatisfação gritante na alma do ser humano o faz trilhar caminhos inimagináveis, para encontrar a auto satisfação, muitos buscam correr riscos, buscando manter acesa a adrenalina, para não ser surpreendido pelo marasmo, tudo como forma de encontrar a tão desejada felicidade.
Mas diante de todas essas utopias, ilusões de auto satisfação, percebemos que o mais concreto que determina a felicidade é o caminho do encontro consigo mesmo. Um certo dia, uma mulher financeiramente rica e esteticamente atraente, me falou que viajou por diversos lugares do mundo, viveu vários momentos inesquecíveis, mas que se sentia triste e vazia, e ela me perguntou, o que é a felicidade? Eu apenas lhe respondi, “ Se ficarmos presos apenas as coisas externas, seremos vitimas fáceis da frustração, pois o excesso de expectativa constrói o excesso de decepção”. Como não há uma formula que construa um estar de felicidade, muitos buscam uma satisfação passageira em entorpecentes, álcool e em outras formas que chegam a ser até absurdamente inimagináveis.
Se sutilmente analisarmos, perceberemos que toda essa busca de auta satisfação é apenas uma tentativa de fuga de si mesmo e da realidade em que cada um vive. A vida a cada momento deixa bem claro, ou você é forte ou suas fraquezas o destruirá, por isso o fator determinante para construção da felicidade esta nas nossas escolhas, e o caminho esta além do materialismo aparente para um sentir que não se explica, algo que é invisível aos olhos, um caminho que só tem um mapa, que o único nome é o amor.
Carlos Reis Agni

Nenhum comentário:

Postar um comentário